Surdez unilateral: saiba como identificar e tratar essa deficiência

Surdez unilateral saiba como identificar e tratar essa deficiência


A perda auditiva unilateral (surdez unilateral), também conhecida como SSD, é a perda auditiva em um dos ouvidos.

Tipicamente causada por infecções virais, doença de Meniere, lesões, otosclerose, exposição a ruídos excessivos ou ainda por meio de intervenção cirúrgica para remover tumores cerebrais, esse tipo de perda auditiva, quando superior a 41 decibéis, faz com que o paciente seja considerado deficiente perante a lei, podendo até mesmo ocupar vagas destinadas a portadores de necessidades especiais em concursos público. 

Sintomas 

Os sintomas da surdez unilateral variam, mas todos podem ser facilmente percebidos. O mais comum, além da audição prejudicada em um dos ouvidos, é a incapacidade de separar o ruído de fundo dos sons que realmente deveriam ser ouvidos.

Algumas pessoas também podem ter dificuldade em determinar a direção dos sons, tornando perigosas algumas atividades comuns, como dirigir ou até mesmo atravessar a rua, por exemplo. Já outras podem não conseguir sequer ouvir sons de uma determinada direção. 

Os efeitos da surdez unilateral na qualidade de vida

Surdez unilateral ouviclin

Você já se imaginou enxergando com um olho só? A sua vida se tornaria bem mais complicada, não é mesmo? O mesmo acontece quando se trata da audição!

Para aqueles que nunca tiverem surdez unilateral , pode ser realmente difícil compreender as dificuldades e mudanças na qualidade de vida que enfrenta quem sofre com esse tipo de perda auditiva

No entanto, mesmo com todas as barreiras, existem pacientes que aprendem a viver com o problema, embora eles representem apenas uma pequena parcela. A triste realidade é que a maioria dos pacientes que possuem surdez unilateral, por sentirem-se extremamente desconfortáveis, são obrigados a mudar totalmente de rotina, abrindo mão de atividades do dia a dia, como reuniões familiares e visitas a lugares públicos.

Como pode ser tratada a surdez unilateral

Há alguns anos, a surdez unilateral, por preservar a audição de um dos ouvidos, era encarada como algo comum e negligenciada até que a perda fosse total. 

Hoje felizmente esse cenário mudou e com o aumento da expectativa de vida, as pessoas também passaram a valorizar mais a qualidade desse tempo e a importância da saúde auditiva. O que só se tornou possível graças às novas soluções tecnológicas que surgiram no  mercado para corrigir ou amenizar essa deficiência.

A principal e mais prática escolha, para a grande maioria dos casos, são os aparelhos auditivos, disponíveis em vários modelos e adaptáveis de acordo com o grau de perda e necessidades do paciente. 

Outra possibilidade são os implantes auditivos,  que quando presos, atrás da orelha, aos ossos do crânio, captam os sons para transmiti-los ao receptor.