Você sabe como funciona a audição humana?

mulher com mão na orelha tentando escutar

Você já parou para se perguntar como nós, seres humanos, somos capazes de ouvir e distinguir tantos sons diferentes no meio ambiente? Em uma fração de segundos ondas sonoras que se propagam no ambiente entram pelo canal auditivo e são processadas no cérebro. Incrível, não?! Este é o nosso sistema auditivo, entenda tudo sobre como funciona! 

Anatomia do Sistema Auditivo

O sistema responsável pelo sentido da audição humana é composto por uma série de órgãos e estruturas que permitem a interpretação de informações sobre os ambientes nos quais estamos inseridos. Cada pequena parte deste conjunto, portanto, exerce um papel fundamental nesse sentido. Inclusive é o dano ou má formação em alguma destas estruturas anatômicas o responsável pelos sintomas de perda auditiva ou surdez em tantas pessoas. 

Antes de conhecer cada uma das estruturas que compõem a anatomia do sistema auditivo é importante entender suas subdivisões. Para entender melhor, portanto, cada parte deste rico sistemas, especialistas classificam os órgãos do sistema auditivo em duas partes: periférica e central.

 Sistema Auditivo Periférico

Este é o sistema responsável por tudo que diz respeito à captação e transmissão das ondas sonoras. É composto por três partes principais: o ouvido externo, ouvido médio e ouvido interno (ou, também, orelha externa, orelha média e orelha interna). 

A parte exterior do sistema auditivo, pela qual todas as ondas sonoras passam antes de atingir qualquer órgão do sistema é a orelha externa. Apesar de parecer simples, cada elemento de sua anatomia, desde seu formato ao seu tamanho, é essencial para a atuar como receptores e direcionadores das ondas sonoras para as outras estruturas do sistema de audição humana. Compondo, então, o ouvido externo, estão o Pavilhão Auricular e o Canal Auditivo que formam as estruturas responsáveis por encaminhar as ondas sonoras. 

Já a parte conhecida como ouvido médio, ou caixa timpânica, é composta pelas estruturas intermediárias do sistemas auditivo periférico. É nela em que se encontram os menores ossos do corpo humanos, os três ossículos chamados Martelo, Bigorna e Estribo. Esta é a parte em que se encontra a Tuba Auditiva, chamada também de Trompa de Eustáquio, responsável pela comunicação com a rinofaringe e a regulação da pressão. 

Por fim, o ouvido interno é onde estão localizadas as estruturas mais importantes para audição humana. Nesta parte estão a cóclea: estrutura semelhante a um caracol, composta por líquido, células ciliadas e o órgão de Corti (sustentado pela membrana basilar). É no ouvido interno que as ondas sonoras se tornam impulsos nervosos ao serem percebidos pela cóclea e transmitidas ao nervo auditivo.

 Sistema Auditivo Central 

Sendo a estrutura mais interna do sistema auditivo humano, faz parte do sistema auditivo central todas as vias e nervos que encaminham os sinais neurais, captados no ouvido interno, ao cérebro para que sejam processados e então interpretados. É o último estágio pelo qual as informações sonoras passa para que condicionem a condição de algo audível. 


Da fonte sonora ao cérebro humano: como se dá o processo de audição?

Conhecendo, portanto, as principais estruturas que compõem a anatomia do sistema auditivo dos seres humanos, você já poderá compreender como, de fato, se dá todo o processo de audição, desde o momento em que ondas são emitidas por uma fonte sonora até o momento em que estas informações chegam na forma de impulsos nervosos ao cérebro humano.


Imagine que você fala e uma outra pessoa escuta. Quando você fala, a sua boca é a fonte que emite ondas sonoras no ar. Estas ondas são coletadas pelos pavilhões auriculares e percorrem o canal auditivo (ouvido externo) até alcançarem o tímpano e gerarem vibrações que se propagam aos três ossículos (ouvido médio). Tais vibrações transmitem as informações sonoras à cóclea (ouvido interno). Neste momento cada frequência é percebida por células ciliadas diferentes que geram, a partir das informações sonoras, impulsos nervosos que correm instantaneamente todo o nervo auditivo até chegar ao final do caminho, no córtex auditivo. Este é responsável por interpretar os impulsos nervosos em forma de significado. 


Incrível imaginar que todo este processo ocorre em milésimos de segundos e a todo momento. Por isso é tão importante cuidar da sua saúde auditiva. Conte com a Ouviclin para encontrar as melhores soluções paro o pleno funcionamento do seu aparelho auditivo



Chame no Whatsapp