Otosclerose: o que é como tratar

Otosclerose o que é como tratar


A perda auditiva é um incômodo que acomete grande parte da população, não só na velhice, mas também na idade adulta. Uma das causas pode ser a otosclerose. Veja neste artigo tudo sobre essa doença.

O que é otosclerose

É a má formação de osso esponjoso na parte interna do ouvido que imobiliza progressivamente o estribo. Com o crescimento desse osso, as estruturas do ouvido ficam impedidas de trabalhar normalmente.

Causas

Essa enfermidade tem origem hereditária, embora existam casos de pessoas com a doença sem histórico na família. Algumas pessoas podem portar o gene, mas nunca desenvolver a otosclerose. Alguns fatores de risco apontados para a manifestação da doença são traumatismos, infecções por vírus e distúrbios hormonais, vasculares, metabólicos e autoimunes. 

Sintomas

O principal sintoma é a perda auditiva progressiva, que pode acontecer em somente um ou nos dois ouvidos. Zumbidos, problemas de equilíbrio e vertigens são outros sintomas comuns. 

A otosclerose costuma se manifestar por volta dos 20 ou anos e é mais comuns em mulheres. Depois dos 50 anos a doença pode se agravar e evoluir para a surdez completa.

Diagnóstico

A avaliação deve ser feita por otorrinolaringologista através de avaliação clínica e alguns exames. Os mais importantes são audiometria tonal, impedanciometria, timpanometria, timpanograma e tomografia computadorizada. 

Tratamento

Não existe cura definitiva para a enfermidade. No entanto, o uso de aparelhos auditivos costumam apresentar excelentes resultados. Aos primeiros sinais de perda auditiva, procure seu médico. Quando antes for diagnosticada, melhor será a adaptação ao tratamento.


Quer saber mais sobre aparelhos auditivos? Converse com quem realmente entende de aparelhos auditivos, clique aqui