O aspecto emocional da deficiência auditiva

As dificuldades para a comunicação são visíveis, mas há outros efeitos que nem sempre são percebidos por quem convive com quem sofre com a perda auditiva. Os aspectos emocionais podem ser abalados

mulher com mão atrás do ouvido indicando que não está escutando bem

A perda auditiva afeta pessoas de todas as idades. As dificuldades para a comunicação são visíveis, mas há outros efeitos que nem sempre são percebidos por quem convive com quem sofre com a perda auditiva. Os aspectos emocionais podem ser abalados e causar sentimentos como:

  • Depressão;
  • Ansiedade;
  • Raiva;
  • Frustração;
  • Distanciamento de amigos ou parentes;
  • Sensação de incompetência;
  • Dificuldade de concentração.

Estes sintomas costumam aparecer junto com a perda auditiva. Muitas vezes quem começa a perder a capacidade de ouvir tem vergonha e podem até não aceitar a nova condição, problemas que agravam a dificuldade de ouvir e acabam fazendo com que a pessoa se isole cada vez mais do seu círculo social. Outro problema recorrente é o abandono das tarefas habituais por dificuldades de mantê-las na rotina.

Uma conversa entre amigos, um filme na televisão ou até mesmo uma ligação telefônica podem ser um grande problema para quem não está mais conseguindo ouvir normalmente. A perda da audição costuma ser gradual e pode ser minimizada ou até resolvida com o uso de aparelhos auditivos. Um estudo publicado pela Plos One revelou, ainda, que a perda auditiva está ligada ao baixo desempenho cognitivo e demência em pessoas idosas.

Aparelhos auditivos

O mesmo estudo indicou que o uso de aparelhos auditivos melhoram o desempenho cognitivo e diminuem a depressão e o isolamento social. Isso porque a capacidade de ouvir está socialmente relacionada a auto eficiência. O uso do aparelho auditivo ajuda pessoas com dificuldades de ouvir a viverem sem maiores dificuldades.

Em pessoas adultas, a perda auditiva e a surdez afetam diretamente o emocional. Nas crianças, pode afetar o desenvolvimentos de habilidades como comunicação, aprendizado e socialização.

Os aparelhos auditivos modernos tem um som bem semelhante ao som natural e alguns modelos são invisíveis, o que evita alguns constrangimentos para quem não gosta de ser identificado como deficiente auditivo.

Por isso, se notar alguma perda auditiva, entre em contato com a Ouviclin e volte a ouvir como antes.